Única gravação da voz de Otto von Bismarck encontrada nos EUA

ALEMANHA

Única gravação da voz de Otto von Bismarck encontrada nos EUA

Primeiro chefe de governo do Império alemão registrou a própria voz em 1889, num fonógrafo desenvolvido por Thomas Edison. Uma surpresa: a voz do “Chanceler de Ferro” não era tão aguda e feminina como se pensava.

O único registro, de que se tem notícia, da voz do primeiro chanceler do Império Alemão, Otto von Bismarck (1815-1898), acaba de ser identificado no Arquivo Thomas Edison, em New Jersey, Estados Unidos, onde ficara esquecido por quase seis décadas.

Em 7 de outubro de 1889, aos 74 anos de idade, o “Chanceler de Ferro” falou e cantou num fonógrafo a cilindro de cera, desenvolvido pelo inventor norte-americano Thomas Edison. “Em minha opinião, e tenho muita experiência, trata-se realmente de gravações originais”, avaliou Stephan Puille, da Universidade de Ciência e Tecnologia (HTW, na sigla em alemão) de Berlim. Foi ele, juntamente com Patrick Feaster, da Universidade de Indiana, nos EUA, que identificou os cilindros, os quais se acreditava estarem desaparecidos.

Uma surpresa: “A Marselhesa”

 

 

Thomas Edison e seu fonógrafo

A existência da caixa em que, entre outros, se encontrava o cilindro em questão, já era conhecida desde 1957, porém só em 2005 ela foi examinada em detalhe. E segundo relata Puille, somente em 2011 ele foi convidado a escutar os registros realizados na Europa entre 1889 e 1890.

Embora o registro sonoro esteja fortemente distorcido, e o zumbido do fonógrafo seja quase mais alto do que sua voz, Bismarck pode ser ouvido em diversas canções alemãs e, surpreendentemente, cantando A Marselhesa, o hino nacional da França.

Puille e seus colegas chamam a atenção para um detalhe: a voz do reichskanzler não era, em absoluto, tão aguda e feminina como se pensava.

Otto von Bismarck foi o responsável pela criação, em 1871, de um Império Alemão unificado, o qual governou até 1890, quando foi afastado pelo imperador Guilherme 2º. No final da década de 1870, Thomas Alva Edison (1847-1931) desenvolveu o fonógrafo. Este foi o primeiro veículo de gravação e reprodução sonora produzido comercialmente, antes que o gramofone se impusesse, por volta de 1910.

AV/ afp/dpa
Revisão: Carlos Albuquerque

http://www.dw.de/dw/article/0,,15707929,00.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s