OS ATENTADOS DE TERRORISMO QUE MARCARAM O MUNDO

Você sabe o que é terrorismo?

Por Emmanuely Galvão

 

De acordo com o dicionário Houaiss, terrorismo é a maneira de impor suas vontades para com quem não participa de suas convicçõesutilizando o terror, violência e etc, seja para fins políticos, governamentais, religiosos (que são os extremistas religiosos que se usam como ferramenta de guerra) ou quaisquer outras ideologias. E assim, a expressão terrorismo vem sido bastante utilizada principalmente após o ataque de 11 de setembro. O termo “terrorismo” foi originado por volta do fim do século XVIII por um francês. Ao falar de terrorismo, a primeira coisa que se acha é o ataque às torres gêmeas, porém veremos que não se resume apenas a isso, e muito menos ao terrorismo islâmico, pois claro que não podemos ignorar que ele existe, porém não devemos generalizá-lo e dizer que é algo difundido pela religião, e sim algumas exceções que praticam esses atos, como homem-bomba, carro-bomba e etc, mas não podemos esquecer que isso ocorre em várias religiões, como cristão, judeus e mulçumanos. Quando esses atos ocorrem no islamismo há uma divulgação desses atentados muito maior, as vezes até fugindo um pouco a realidade, mas de qualquer modo acaba fazendo com que pareça que há terrorismo apenas na religião islâmica, muitas vezes a verdade é escondida, o que ocorre é posto um ‘pano’ por cima de tudo, e poucos ficam sabendo, ocorrendo bastante com a religião cristã. Consequência muitas vezes da mistura de religião com política.

No Brasil também, ocorreram muitos atentados terroristas, desde explosão de bombas em cinemas, teatros, jornais… até assassinatos. Há uma lista maior de vários ataques como esses, para quem estiver interessado no link: http://www.varican.xpg.com.br/varican/Diversos/Terrornob.HTM

Foi inclusive publicado um documento chamado o “Livro Negro do Terrorismo no Brasil”, documento esse que foi elaborado por oficiais que tinham acesso aos documentos secretos do exército.

Entre os maiores terroristas da história, temos Abimael Guzmán do Peru, Andreas Baader da Alemanha, Carlos Chacal que iniciou sua história terrorista na Venezuela e acabou se tornando um dos mais conhecidos do século XX. E claro que não podemos esquecer do, sem dúvidas polêmico: Osama Bin Laden, radical mulçumano que teve como seu ataque principal, os Estados Unidos, que lançou os dois aviões que foram roubados e jogados contra as torres gêmeas do World Trade Center, um grande símbolo norte-americano, entre outras ‘feitorias’.

“Trata-se de grupos organizados que agem sob uma bandeira qualquer, sempre com o objetivo de destruir. Todos os membros desses grupos estão absolutamente convencidos da nobreza de suas causas e da justeza de suas ações”, ou seja terrorismo é algo sempre violento e que sempre favorecerá apenas quem achar que está certo, independente da real verdade. Tudo isso, vem se tornando comum pra muitas pessoas que se acostumaram com essa realidade, sem questionar.

“Os extremistas muçulmanos que praticam atentados suicidas acreditam que suas ações lhes garantem o direito de  ingressar no Paraíso, onde terão dezenas de virgens à sua disposição para satisfazê-los sexualmente. Também lhes é assegurado que suas famílias farão jus a vagas reservadas no Paraíso… Talvez seja por isso que a família de um terrorista suicida colocou na entrada da casa, para recepcionar as pessoas que foram oferecer condolências, pequenos cartazes com os dizeres: “Não aceitamos pêsames, e sim congratulações.” Se isso é totalmente verdade ou não, ainda não tenho total certeza, mas que ainda há fanáticos não só muçulmanos que acreditam nisso, ou em coisas similares, há. E se parássemos pra pensar um pouco, não faz nenhum sentido isso, mas é questão de respeito às crenças dos outros, pelo menos até que isso não atinja ninguém, principalmente que não tem nada a ver com isso.

 

Fontes:

http://www.apagina.pt/?aba=7&cat=141&doc=10543&mid=2

http://www.library.com.br/Filosofia/terroris.htm

http://www.brasilescola.com/historia/terroristas-da-historia.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Livro_Negro_do_Terrorismo_no_Brasil

http://www.brasilescola.com/historia/terrorismo.htm

http://www.espacoacademico.com.br/051/51carvalho.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Terrorismo

 

 

O dia em que o terrorismo atingiu ‘’ Os jogos da paz’’

Por Maria Luiza Beltrão

Munique é a terceira maior cidade da Alemanha, capital da Baviera, ela ostenta um estilo de vida que se diferencia do resto do país, apresenta paisagens deslumbrantes ao pé dos Alpes, e é considerada por muitos a cidade mais bonita da Alemanha. No decorrer de sua história porém, aconteceram fatos que não foram tão deslumbrantes assim. No ano de 1966 a cidade foi escolhida como sede dos Jogos de Verão de 1972. E durante seis anos as pessoas assistiram á construção de uma impressionante estrutura de esportes e de lazer com um objetivo de fazer com que 7.000 participantes de mais de 120 países se sentissem nas melhores condições para competição.

A cerimônia de abertura foi um verdadeiro momento de emoção, o estádio inteiro bateu palmas para a delegação de Israel, atletas judeus pisavam em solo alemão e vale lembrar que há trinta anos atrás a Alemanha de Hitler tinha comandado o extermínio em massa dos Judeus na Segunda Guerra. A Olimpíada estava sendo chamada de Jogos da Paz. E durante dez dias gloriosos, os Jogos atenderam as expectativas.

Mas o  que parecia ‘’impossível’’ aconteceu. Diante dos olhos de todo o mundo um ataque de oito terroristas palestinos à Vila Olímpica, muda o rumo da história. Nascia no dia 5 de setembro de 1972 o terrorismo internacional.

Um grupo terrorista denominado Setembro Negro, que exigia a libertação  de mais de 200 árabes de prisões de Israel, invade a Vila Olímpica e toma como reféns atletas israelenses. Na incursão os terroristas matam dois esportistas e fazem de reféns 12 atletas israelenses.

O desfecho da incursão palestina foi uma catástrofe. Os palestinos não tiveram suas exigências aceitas, o exercito da Alemanha não teve êxito em capturar os terroristas, sua ações foram questionadas e erros graves aconteceram, podemos citar o fato dos helicópteros que não pousaram na posição planejada, deixando os atiradores em posições difíceis, os soldados que não tinham armas de precisão, coletes a prova de balas, e tiveram que agir sem equipamentos de visão noturna, e o mais grave: todos os reféns morreram.

A princípio, nenhuma declaração oficial foi feita no local da tragédia em Fürstenfeldbruck, porque as comunicações via rádio foram interrompidas. Isso levou a um trágico mal-entendido: ‘Todos os reféns estão livres e ilesos!” foi a informação que o porta-voz do governo, divulgou. E a agência de notícias Reuters espalhou pelo mundo a manchete: “Todos os reféns israelenses foram libertados”. As bancas de jornais mostrava em suas  manchetes uma coisa completamente contraditória, já que a trágica verdade não havia sido anunciada até as 3 da manhã.

Os Jogos Olímpicos foram interrompidos por um dia, com as bandeiras hasteadas a meio mastro.  E no dia 6 de setembro, o Presidente do Comitê Olímpico declarou durante a cerimônia fúnebre:  “Os Jogos devem continuar”.  Mas depois do ataque, ninguém era capaz de  voltar ao clima dos “Jogos Felizes”.

No dia seguinte todos assistiram a equipe israelense partindo com os caixões de seus companheiros. Cena esta será lembrada para sempre. Já os corpos dos terroristas foram transferidos para Tripoli  no dia 11 de setembro de 1972, onde receberam um funeral de heróis, a pedido do revolucionário da Líbia, Colonel Gaddafi.

Esse trágico fato trouxe mais uma vez a tona o conflito entre os povos de Israel e da Palestina.

 

A seguir segue um vídeo bem interessante e ao mesmo tempo simples, que facilita a compreensão após ter lido a reportagem.

http://www.youtube.com/watch?v=G_YNetxsa80&feature=fvsr

 

Fontes:

 

http://super.abril.com.br/superarquivo/2006/conteudo_112944.shtml

 

http://esporte.uol.com.br/olimpiadas/todasolimpiadas/munique_historia.jhtm

 

11 DE SETEMBRO: O MAIOR ATENTADO TERRORISTA DA HISTÓRIA.

Por Marília Barbosa.

 

Faz nove anos desde o atentado terrorista de 11 de Setembro de 2001 nos Estados Unidos, coordenado pela Al-Qaeda contra dois importantes prédios americanos. Os terroristas seqüestraram vôos comerciais com passageiros e direcionaram os aviões para símbolos dos EUA.

Os dois primeiros foram direcionados as Torres Gêmeas do Word Trade Center em Nova Iorque, um importante centro econômico do país. Muitos civis morreram, e os prédios ao redor também foram danificados. O terceiro avião foi direcionado para o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, no estado da Virgínia. O quarto avião caiu num campo na Pensilvânia, mas tinha o objetivo de atingir o Capitólio, no entanto os passageiros conseguiram mudar a rota do vôo.

A população americana se viu em pleno caos, muitas pessoas se jogaram das Torres Gêmeas desesperadas, e vários vôos internacionais foram proibidos de aterrissar em solo norte-americano até o fim da semana. O governo atribui a responsabilidade do atentado a Al-Qaeda e a Osama Bin Laden, que é um dos principais procurados da CIA e se encontra foragido até hoje; sua declaração de guerra santa contra os Estados Unidos e um vídeo em que ele diz que é para matar civis norte-americanos em 1998 são considerados por muitas pessoas evidências de sua participação nos atos.

Após o atentado terrorista os EUA invadiram o Iraque e o Afeganistão, iniciando a “Guerra ao Terror”, que

o então presidente Bush disse ser uma estratégia global para combater o terrorismo. As guerras se seguiram foram horríveis, o mundo ficou mais inseguro e o terrorismo voltou ganhar um atenção que já não conhecia desde os anos setenta.

 

Desde então os árabes tem sofrido preconceitos toda vez que vão embarcar em vôos internacionais, e cerca de 1200 estrangeiros tem sido preso e investigados pelos Estados Unidos, porém os métodos utilizados pelo Estado vêem sendo duramente criticado pelas organizações de direitos humanos.

 

Dias após o atentado o prefeito de Nova Iorque declarou que os prédios seriam reconstruídos. Em 2006 foi concluído o 7 World Trade Center, e é previsto para 2011 a conclusão da obra de reconstrução do 1 World Trade Center, que quando estiver pronto será um dos prédios mais altos do mundo com 541 metros. Era esperada a construção de mais três torres entre 2007 e 2012 no local, porém após a crise econômica de 2009 os proprietários declararam que a construção pode ser adiada até 2036. A parte danificada do Pentágono foi reconstruída e ocupada um ano após o atentado.

 

Muitos memoriais foram construídos em homenagem as vítimas que morreram no dia 11 de Setembro de 2001, no local onde ficava as torres foram colocadas um par de espelhos d’água, e ao redor tem uma  lista com os nomes das vítimas. Foi suspensa a construção de um museu no local, em vista das denúncias das famílias das vítimas. O memorial do Pentágono foi concluído e aberto ao público em 2008.

 

Até hoje as pessoas se chocam quando se fala nos atentados terroristas de 2001, o fato comoveu pessoas em diversas partes do mundo, e quando se é visto os vídeos do momento das colisões gera um sentimento de tristeza, pois milhares de pessoas inocentes morreram por causa da intolerância religiosa dos seres humanos. Fica no ar a pergunta: Quantas pessoas a mais precisarão morrer, quantos atentados cruéis como este precisarão acontecer para as pessoas aprenderem a convier em harmonia umas com as outras respeitando a diferença entre elas?

 

A seguir tem um vídeo que mostra a reportagem realizada pelo jornal nacional no dia dos atentados terroristas, vale à pena assistir: http://www.youtube.com/watch?v=KflUSoIxZc8

 

http://www.mundoportugues.org/content/1/5604/setembro-atentado-terrorista-que-mudou-mundo

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ataques_de_11_de_setembro_de_2001#Memoriais

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_ao_Terror

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_do_Afeganist%C3%A3o_(2001%E2%80%93presente)

 


 

2 comentários sobre “OS ATENTADOS DE TERRORISMO QUE MARCARAM O MUNDO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s