Capitalismo x Socialismo: o que são, o colapso e o mundo atual

Capitalismo e Socialismo? Quando surgiram e quais seus princípios?

Por João Victor do Nascimento Silva Bandeira

P

rovavelmente você leitor já ouviu falar, leu algo ou viu alguma reportagem que abordava sobre o capitalismo ou socialismo. E provavelmente você também já deve ter se perguntado: “Mas quando eles surgiram?” , “Quais são na verdade os seus princípios?”.  Isso é o que você vai descobrir agora.

Na passagem da Idade Média para a Idade Moderna, surge na Europa uma nova classe social, a burguesia. Essa classe social (que era rica) tinham como interesses obter lucro através do comércio. Assim, a burguesia foi uma das principais responsáveis pelo surgimento do comercio na Europa. No século XV o comercio havia se tornado a principal atividade econômica no continente europeu.

A partir do século XVI , começam as grandes navegações e a expansão marítima européia, assim, os europeus saíram em busca de novas fontes de riqueza e matéria – prima chegando as Américas. Lá começa uma grande exploração das riquezas dessas terras com o objetivo de enriquecimento e acumulo de capital. Além disso, o comércio foi intensificado com o descobrimento de novas rotas comerciais para a Ásia.

Com o grande comércio a necessidade de aumento da produção fez com que surgissem os trabalhadores assalariados que crescia mais e mais.

Essa fase onde o principal objetivo era o acumulo de capital por meio do comércio é denominada de capitalismo comercial.

Porém no século XVIII o sistema de produção é totalmente alterado com a Revolução Industrial. É nesse período que surgem as industrias e que a máquina passa a substituir o trabalho do homem, assim acelerando a produção e aumentando o lucro das fábricas. Apesar do grande lucro do empresário, a classe trabalhadora sofreu com o desemprego, pois as máquinas substituíam o trabalho de muitos homens, além das grandes jornadas de trabalho e do baixo salário.

A Revolução Industrial, que primeiramente foi realizada na Inglaterra e depois em outros países do mundo, fez com que os países industrializados passassem a ampliar o mercado para seus produtos e conquistar outras áreas para o fornecimento de matéria – prima, possibilitando a colonização e exploração das populações na Ásia e na África (neocolonialismo). A América Latina ficou como principal fornecedora de matéria-prima para esses países.

Essa fase ficou conhecida com capitalismo Industrial, marcado pela forte presença européia na África e na Ásia, com a dominação de seus povos e a exploração dos recursos naturais desses locais, e pelo surgimento da industria, onde a máquina passou a substituir o trabalho do homem, aumentando o desemprego da classe trabalhadora.

A nova fase do capitalismo é o Capitalismo-Financeiro. Nesse sistema “o grande comércio e a grande indústria são controlados pelo poderio econômico dos bancos comerciais e outras instituições financeiras. O surgimento do Capitalismo Financeiro no Séc. XIX está diretamente ligado com o forte crescimento econômico que se registrava neste período de plena expansão da Revolução Industrial. A aplicação prática das invenções técnicas à indústria e aos transportes (em especial a máquina a vapor e as novas técnicas de fundição) associados aos ideais do Liberalismo Econômico proporcionou uma espetacular expansão econômica e o alargamento dos mercados à escala mundial. Neste contexto de crescente liberalismo e de mundialização das economias, as empresas sentem cada vez mais a necessidade de se expandirem investindo em máquinas e instalações e recorrendo a processos de concentração empresária

(http://www.knoow.net/cienceconempr/economia/capitalismofinanceiro.htm#vermais)

Assim o capitalismo se caracteriza basicamente por ser um sistema econômico onde “os meios de produção e distribuição são de propriedade privada e com fins lucrativos”. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Capitalismo)

Já o socialismo ganha impulso a partir da segunda metade do século XIX. Os principais teóricos desses sistema socialista foram Marx (daí a expressão marxismo para se referir a teoria socialista) e Engels. A teoria marxista influenciou a formação da maioria dos partidos políticos socialistas da época. Na Rússia, os socialistas conseguiram conquistar o poder, com a liderança de Lênin, por uma revolução, conhecida Por Revolução de 1917. Após a revolução houve um período de guerra civil que durou até 1920, sendo declarada a URSS (União das Republicas Socialistas Soviéticas) em 1922, a primeira república socialista no mundo. No decorrer do tempo a URSS conseguiu expandir seus ideais implantando o socialismo em outros países.

O sistema socialista se caracteriza basicamente por uma economia planificada, onde todo o sistema de produção é controlado e pertence ao Estado, ou seja, não há empresas estrangeiras. O estado também deve fornecer educação, saúde, moradia e uma renda única que faça com que toda a população tenha um mesmo padrão de vida.  Porém o socialismo real, ou seja , o que realmente foi implantado apresenta problemas como falta de liberdade de pensamento e expressão e a formação de um grupo político altamente privilegiado.

Logo abaixo você pode ver um vídeo que fala as principais características dos dois sistemas políticos e quais as

suas principais diferenças:

http://www.youtube.com/watch?v=NgB2LrEqKXc&feature=related

O Poder da Superpotência Atual

Por Leonardo Henrique de Lira Costa


I

nteligência, Sagacidade e Astúcia; Essas eram as características de Franklin Delano Roosevelt, presidente dos Estados Unidos entre os anos de 1933 e 1945. Ele foi o primeiro presidente a conseguir mais de 2 mandatos, já que conseguiu quatro, infelizmente morrendo no quarto mandato.

Na segunda guerra mundial, a participação dos Estados Unidos na mesma foi intensa, já que participou em várias frentes ao mesmo tempo. Os Estados Unidos estabeleciam uma política rígida se isolando e permanecendo neutro, até que em 1940, navios americanos foram atacados no atlântico por submarinos alemães. Isso desencadeou em protestos por parte dos americanos que, revoltados, queriam a participação dos Estados Unidos na guerra contra os Alemães. Em 1941 houve um ataque a Pearl Harbor, no Havaí, feito pela marinha japonesa, acredita-se que o ataque destruiu 11 navios, 188 aviões e matou 2400 militares americanos. A partir daí houve vários ataques americanos contra o Japão, já que fazia parte do Eixo ( Alemanha, Itália e Japão ), ataques do Japão contra os Estados Unidos, até que em 1942 os Estados Unidos bombardearam Tóquio, capital japonesa.

O Japão desde ai passou a ser bombardeado intensamente por cerca de 2 anos, enquanto Roosevelt encontrava-se firme e forte no comando dos Estados Unidos. O presidente americano autorizou a fabricação da bomba atômica e desenvolveu um trabalho diplomático na preparação do pós-guerra, para evitar enfrentamentos com os países aliados. Mas gravemente doente morreu na cidade americana de Warm Springs, Georgia, em 12 de abril de 1945. Em seu lugar assumiu Harry Truman.

Truman apesar de também ter ótimas qualidades, agiu muito errado na segunda guerra mundial, pois resistência do Japão já estava se esgotando quando o mesmo autorizou o lançamento de duas bombas nucleares ao país oriental em agosto de 1945, esse ato funesto gerou a morte de milhares de pessoas inocentes, pessoas que não tinham nada ver com a guerra. Acredita-se que o motivo pelo qual ele autorizou o lançamento das bombas foi tentar intimidar a União Soviética numa futura Guerra Fria. Ele pode ter criado a Doutrina Truman pode ter desenvolvido os Estados Unidos, mas não consigo entender que ele lançou as bombas simplesmente para intimidar.

As estimativas para o total de vítimas da guerra variam, mas a maioria sugere que cerca de 72 milhões de pessoas morreram durante a guerra, incluindo cerca de 26 milhões de soldados e 46 milhões de civis, grande parte pelos alemães, que acreditavam melhorar o mundo assassinando as pessoas que para eles fosse indesejáveis, como judeus, homossexuais, etc.

Contudo a guerra não é a solução dos problemas, pois no final todos acabam perdendo, tanto na economia, quanto na infra-estrutura do país.

Mas voltando à como a Alemanha perdeu a guerra, com  exceção à luta de Ohama, os alemães não fizeram nenhum contra ataque rigoroso. Com isso os invasores estabeleceram uma firme união, e, juntos, reuniram mais de um milhão de homens. Todos juntos: americanos, ingleses e canadenses foram, estrategicamente, para a capital Berlim. Os aliados avançaram para a Alemanha, e a ultima barreira caiu em abril de 1945 quando o exército aliado atingiu o Elba, rio bastante próximo de Berlim. Em 25 de abril, Berlim estava cercada, e teve que se render, assinando sua rendição, e teve que assumir a responsabilidade por tudo que havia ocorrido na guerra.

Fontes:

E

m 1989 foi destruído um dos principais símbolos da ordem mundial bipolarizada: o muro de Berlim. E a partir da década de 1990, o mundo segue seu rumo sem um “segundo mundo” (países socialistas), com poucas exceções, e com outros países aparecendo como pólos econômicos, como a Alemanha. E surge uma nova ordem mundial: a multipolarizada, sendo este termo usado pela primeira vez na Conferência de Malta (1989), pelo presidente americano George Bush, e sendo adequado até hoje.

O mundo se tornou quase que completamente capitalista, e com uma grande potência: os Estados Unidos da América. O país que saiu vitorioso da Guerra Fria, e que a partir de agora seria uma referência incomparável no mundo. Porém, belicamente, os EUA comandam o mundo sem nenhum país a sua altura nesse aspecto. Graças a isso, a corrida armamentista perdeu bastante força, e táticas para ganhar mercados se tornou muito importante para todo o planeta.

Surge então a denominada globalização, uma fase do capitalismo financeiro onde o mundo está conectado a todo o momento, e há um compartilhamento muito grande de informações, serviços, capital, etc. Com a globalização crescem as transnacionais, que são empresas privadas que ultrapassam as fronteiras de seus países, e vão para outros que sejam atrativos, sendo considerados vários aspectos, como custo de mão-de-obra, se esta é qualificada ou não, facilidades por parte dos respectivos governos, etc.

Como o mundo se torna dividido apenas entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos, se tornam visíveis alguns problemas desta regionalização,   sendo o principal destes, a classificação de países com situações muito diferentes num mesmo grupo, por exemplo: tanto o Brasil como Serra Leoa estão o grupo de países subdesenvolvidos, porém o Brasil tem taxas muito superiores ao da Serra Leoa em quase todos os aspectos, com uma disparidade impressionante. Estes países como o Brasil, que são subdesenvolvidos, mas se destacam entre os outros subdesenvolvidos, são bastante procurados por transnacionais, por terem certa estrutura para as empresas, como sistemas de transporte, mão-de-obra, etc. Além de que, com o mundo globalizado, os investimentos em tecnologia também aumentam de forma considerável, e a informática invadiu todos os ambientes do mundo: bancos, hospitais, e até sua casa.

E, se torna cada vez mais importante num mundo onde empresas têm filiais no mundo todo, a fim de diminuir o custo de seus produtos para conseguir mais lucro, fazer parte de um “bloco econômico”, onde há uma maior facilidade não só na troca de mercadorias, mas também do ponto de vista político, como decisões diplomáticas a serem tomadas. Temos como principais exemplos de blocos econômicos: a União Européia, o MERCOSUL, etc.

Porém, a globalização que trouxe facilidades e conforto para todo o mundo também trouxe prejuízos. A disparidade entre os países está se acentuando, enquanto potências como os EUA crescem, países africanos como Serra Leoa não se desenvolvem ou até recuam tanto econômica quanto socialmente.

E fora este aspecto, o crime também se desenvolveu “junto à globalização”, como o mundo está todo conectado, e a todo o momento, o tráfico de drogas, por exemplo, é facilitado, as drogas podem ser muito mais facilmente enviadas de um local do globo a outro, além de que, o  contato entre criminosos é muito mais fácil, entre outros fatores.

Daqui pra frente, deverão acontecer muitas mudanças no planeta, países devem crescer bastante economicamente, a posição de potência mundial não deve permanecer por mais muito tempo aos Estados Unidos, devido ao crescimento absurdo de outros países, temos como exemplo a China. Como essas mudanças afetarão o planeta? Como a sociedade vai se comportar diante dessas situações? Estas são perguntas das quais só obteremos respostas com o tempo.

Logo abaixo você pode ver um vídeo muito interessante que fala sobre o mundo pós guerra fria?

http://www.youtube.com/watch?v=HJ0Evk2nG1I&feature=fvst

Fontes:

www.suapesquisa.com/guerrafria/fim_guerra_fria.htm

http://www.coladaweb.com/geografia/o-mundo-pos-guerra-fria

http://www.youtube.com/watch?v=HJ0Evk2nG1I&feature=fvst

2 comentários sobre “Capitalismo x Socialismo: o que são, o colapso e o mundo atual

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s