Os EUA e o Golpe de 1964

Fala-se muito da participação dos EUA no golpe militar de 1964. Alguns dizem que foi uma participação efetiva, outros que um mero apoio ou suporte. Por conta disso, posto em seguida algumas informações sobre.

Quem é essa pessoa na foto? Lincoln Gordon (10 de setembro de 1913 –  19 de dezembro de 2009), foi o embaixador dos Estados Unidos da América no Brasil entre os anos de 1961 e 1966. Um período de grande turbulência no nosso país.

Nesta entrevista dada à Veja, em 1997, o ex-embaixador conta como a CIA e os EUA ajudaram a derruba Jango. http://veja.abril.com.br/151097/p_040.html.

Segue alguns trechos:

“Não ajudei a derrubar o presidente. Torci apenas. Nem precisava ajudar. Os jornais saíam com manchetes agressivas. O Globo publicou sua famosa manchete “Fora Jango” dias antes do golpe. O governo dele era insustentável.”

“Para mim, a melhor solução era mesmo a substituição do presidente Goulart. Temia muito que ele fosse engolido pelos comunistas, a quem ele dava as maiores liberdades.”

Há também uma interessante entrevista dada pelo mesmo para a Revista Época em 2001, http://epoca.globo.com/edic/20001225/brasil3a.htm . Segue trechos:

“A força naval Brother Sam(OPERAÇÃO REALIZADA PELOS EUA http://educacao.uol.com.br/historia-brasil/eua-apoiam-golpe-64.jhtm) foi organizada, por minha recomendação, para uso no caso de uma guerra civil entre aliados e opositores de Goulart. Não foi planejada para a participação de marines americanos. Era para funcionar mais como um apoio psicológico ao lado preferido por nós, o anti-Goulart. Poderia fornecer também armas, munição, gasolina. Sua existência não era conhecida pelos golpistas brasileiros. A frota começou a viagem rumo ao Brasil na manhã de 31 de março. Quando ficou evidente na manhã de 2 de abril que o golpe fora bem-sucedido e não haveria guerra civil, aconselhei Washington a trazer a força naval de volta.”

Em 19 de Dezembro de 2009, morre Lincoln Gordon, uma figura emblemática desse período da História do Brasil.  Dois dias após sua morte, o jornal estadunidense The New York Times publicou uma reportagem em sua homenagem, segue o link, mas está em inglês. http://www.nytimes.com/2009/12/21/us/21GORDON.html?_r=2&scp=1&sq=Lincoln%20Gordon&st=cse

“O Presidente Goulart foi deposto num golpe militar de direita, em 1964. Acusações de que o Dr. Gordon, seu staff e a CIA se envolveram no golpe foram repetidamente negadas.”

“Mas, em 1976, quase uma década depois de deixar o cargo de embaixador, o Dr. Gordon admitiu que o Governo (Lyndon) Johnson estava preparado para intervir militarmente para evitar uma tomada do poder pela esquerda.”


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s