Atualizando o passado para o presente…

A GLOBALIZAÇÃO NO MUNDO CONTEMPORÂNEO

A globalização

Por Ana Beatriz Soares de Melo.

A globalização é um processo capitalista que consiste no aprofundamento da interligação do mundo, a partir de aspectos econômicos, sociais, culturais e políticos, ou seja, é o crescimento da interdependência entre os países do globo.

Ela é oriunda de evoluções ocorridas, principalmente, nos meios de transportes e nas telecomunicações, fazendo com que o mundo “encurtasse” as distâncias, por isso Alguns falam em “aldeia global”, pois parece que o planeta está ficando menor e todos se conhecem (já que a partir da TV e da internet podemos saber o que acontece no mundo inteiro).

O processo de globalização desenvolveu-se para atender ao capitalismo (sistema que se tornou predominante no mundo e iniciou a era da globalização), com destaque aos países desenvolvidos; de modo que os mesmos pudessem sair em busca de novos mercados, já que o consumo interno se encontrava carregado.

Ao contrário do que muitos pensam esse processo não é de hoje, ele existe desde a época dos descobrimentos, mas só começou a desenvolver-se a partir da Revolução Industrial e passou despercebido por muito tempo. Já a globalização moderna tem como ponto inicial, o fim da Segunda Guerra Mundial, onde os países começaram a unir-se com o objetivo de impedir o início de outras guerras como aquela e as nações vitoriosas da guerra e as devastadas potências do eixo chegaram à conclusão que era de grande importância para o futuro da humanidade a criação de mecanismos comerciais para aproximar cada vez mais as nações uma das outras. Deste consenso nasceu as Nações Unidas, e começou a surgir o conceito de bloco econômico pouco após isso com a fundação da Comunidade Européia do Carvão e do Aço – CECA que posteriormente viria a se tornar a União Européia.

Não podemos negar que a globalização facilita a vida das pessoas em relação a fatores econômicos, como por exemplo, o beneficio do consumidor, já que ele pode contar com produtos importados mais baratos e de melhor qualidade, porém ela também pode dificultar. Uma das grandes desvantagens da globalização é o desemprego. Muitas empresas aprenderam a produzir mais com menos mão de obra, e para tal feito elas usam novas tecnologias fazendo com que o trabalhador perdesse espaço.

As inovações tecnológicas, principalmente nas telecomunicações e na informática, promoveram o processo de globalização. A partir da rede de telecomunicação (telefonia fixa e móvel, internet, televisão, aparelho de fax, entre outros) foi possível a distribuição de informações entre as empresas e instituições financeiras, ligando os mercados do mundo.

O acréscimo no fluxo comercial mundial tem como principal fator a modernização dos transportes, especialmente o marítimo, pelo qual ocorre grande parte dos acordos comerciais (importação e exportação). Esse tipo de transporte possui uma elevada capacidade de carga, que permite também a globalização das mercadorias, ou seja, um mesmo produto é encontrado em diferentes pontos do planeta.

O processo de globalização estreitou as relações comerciais entre os países e as empresas. As multinacionais ou transnacionais contribuíram para a realização do processo de globalização, tendo em vista que essas empresas desenvolvem atividades em diferentes territórios.

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Globaliza%C3%A7%C3%A3o

http://www.brasilescola.com/geografia/globalizacao.htm

http://orbita.starmedia.com/achouhp/geografia/globalizacao.htm

http://www.infoescola.com/geografia/globalizacao/

Referências das imagens:

http://www.guiadicas.com/a-notavel-globalizacao-no-brasil/

http://www.alunosonline.com.br/geografia/globalizacao/

Links de vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=afNPIbOBsqY

 

 

Como a internet influencia a globalização?

Por Ariel Barbosa da Luz.

Não podemos negar que a internet é muito importante para o mundo atual, a maioria das pessoas tem hoje internet, atualmente são milhões de pessoas no mundo todo, mas como ela pode influenciar na globalização do mundo contemporâneo?

Como já citei, a internet tem hoje mais de milhões de usuários que usam a internet como meio de comunicação todos os dias,e só com essas informação podemos justificar porque ela é a chave da globalização do mundo atual,se olharmos em qualquer dicionário a palavra globalização veremos o que ela significa:”processo mundial de integração ou partilha de informações,de culturas e de mercados” e se formos pesquisar internet  iremos encontrar”rede de informática largamente utilizada para interligar computadores através de modem,à qual possibilita a toda  espécie de informação”ou seja  o conceito de internet  e globalização não estão apenas ligados,um conceito esta dentro do outro,a internet  faz com que a gente saiba o que esta acontecendo em qualquer quanto do mundo se resumimos globalização é isso.

Quando a internet surgiu em meados da guerra fria com o objetivo de se manter a comunicação com as bases militares de outro lugar, ela acabou se firmando com a história da globalização, se procuramos em alguns livros veremos que a história da globalização teve inicio em meados após a segunda guerra mundial, eles dizem também que esse processo começou com a revolução tecnológica.

Pode-se considerar que o avanço e história da globalização se deu  com o avanço e história da internet,o meio de comunicação da globalização é a internet,enquanto a internet cresce a globalização aumenta,as informações aumentam também o que se sabia apenas pelo jornal e pela TV se soma com a internet.

Esse processo de globalização também pode ser visto como uma coisa ruim, hoje somos escravos da internet ou das informações que ela traz, não conseguimos ficar sem saber o que acontece em qualquer canto, em qualquer vilarejo, rua, país qualquer quanto, ganhamos mais informações, mas cada vez mais perdemos a privacidade, somos muito cobrados hoje pelo que recebemos precisamos de mais e mais, se por um lado o processo de globalização através da internet é bom por estar ligado a conhecer outras pessoas de culturas diferentes e conseguir informações que são úteis para nossa vida, mas por outro lado pode ser considerado ruim quando usamos de outras maneiras e acabamos escravos dependentes da internet.

Quando comecei a elaborar esse artigo não imaginava que á história da internet e da globalização estivessem historicamente tão perto, mas já imaginava que uma dependia da outra: a internet depende do que é globalização e a globalização depende da internet como meio de comunicação para se propagar e se expandir, tentei mostrar os dois lados desse acontecimento que teve como ajuda a internet, um lado bom e um lado ruim alguns podem até discordar.

Mas espero que eu tenha conseguido associar bem como o processo histórico da globalização teve um impulso grande da internet e porque é importante tratar desse assunto quando se trata de globalização.

Fontes:

http://www.priberam.pt/dlpo/Default.asphttp://pt.wikipedia.org/wiki/Globaliza%C3%A7%C3%A3o#Hist.C3.B3riax

http://www.kplus.com.br/materia.asp?co=11&rv=Vivencia

HTTP://www.google.com

http://pt.wikipedia.org/wiki/Globaliza%C3%A7%C3%A3o#Hist.C3.B3ria

 

 

A crise da globalização: 2008-2009

Por Luciana Bezerra Soares.

As pessoas depositam dinheiro nos bancos acreditando que terão seu dinheiro de volta, mas eles não podem realmente prometer que isso irá ocorrer; não depende apenas da vontade deles. Dólares vão e dólares vêm, circulando pelas mãos dos bancos e seus clientes; negociações são feitas, manipulando o dinheiro depositado pelos investidores para financiamentos diversos, emprestando o dinheiro dos mesmos sem absoluta garantia de retorno dele. Essa falta de garantia foi o que aconteceu no ano de 2008, gerando uma crise econômica em território norte-americano e, posteriormente, ganhou dimensões mundiais.

Quando fora divulgado que estourara uma crise e a esta se originou nos Estados Unidos, todos rapidamente previram que, sem dúvida, a crise (que iniciada pelos investimentos nos bancos, começara a provocar seus estragos na bolsa de valores e mercadorias) atingiria o mundo todo. Logo, as pessoas começaram a comparar a crise que surgia com a grande depressão de 1929, considerada a mais grave e o mais extenso período de recessão econômica do século XX; momento em que os Estados Unidos, cuja economia foi para no fundo do poço, ficaram arruinados. Uma crise de tal porte, afetando de tal maneira os Estados Unidos, deixava claro que país algum estaria imune aos efeitos da mesma. O motivo? A globalização.

Devido a essa atual globalização, tudo o que acontece nas grandes potências reflete em todo o mundo em um piscar de olhos, principalmente nos Estados Unidos, o cerne da economia capitalista que move o mundo. O que ocorre na economia estadunidense conduz o resto do mundo e a economia deste.

Examinemos o Brasil e modo de como ele é afetado por tal força nesse período de crise. O Brasil tem uma economia equilibrada, mas isso não impede a influência da crise estadunidense sobre ele. Com a diminuição do dólar, por exemplo, as exportações feitas pelo Brasil ficam prejudicadas, importação é aumentada conseqüentemente e isso prejudica a indústria brasileira.

A crise atingiu não somente o Brasil, mas todo o mundo; gerando, por exemplo, altas taxas de desemprego. Nos Estados Unidos, os pedidos nacionais de auxílio-desemprego sofreram um aumento considerável, atingindo o assustador número de 497 mil pedidos. É um novo recorde, não há registros de tantos pedidos desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Quanto ao desemprego, estimava-se que 100 mil trabalhadores ficassem desempregados mensalmente. Na Europa, os mais o principais afetados foram Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido. Estimava-se que 10 mil trabalhadores fossem demitidos a cada dia na Europa. Na Inglaterra, o desemprego já atinge cerca de 2 milhões de pessoas. No mundo todo, a crise gerou aproximadamente 220 milhões de desempregados. A crise também gerou muita miséria, uma deplorável situação social dos trabalhadores. Cerca de 100 milhões de pessoas passaram a viver em condições miseráveis. Outro fator que a crise desencadeou foi o aumento da desigualdade de renda entre a população que já avançava desde a década de 1980. O aumento dos preços dos alimentos também foi gerado pela crise, acompanhado pelo aumento dos preços dos combustíveis. De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a inflação dos alimentos atingiu 52% entre 2007 e 2008.

Como é possível observar, o mundo inteiro foi atingido e isso é devido ao modo em que tudo está conectado economicamente, a globalização. Esta última resulta da diminuição das distâncias entre os povos, nas estreitas relações comerciais entre os países. O mundo atualmente encontra-se em uma situação caótica, onde todos podem ser afetados caso uma crise venha ocorrer no solo de alguma potência e a certeza do envolvimento de todos os países é absoluta. É isso o que a globalização causa.

Fontes:

Edição do 1º semestre do Guia do Estudante Atualidades Vestibular – ENEM, Editora Abril.

http://www.miniweb.com.br/historia/artigos/i_contemporanea/crise_29.html

http://www.socialismo.org.br/portal/questoes-sociais/113-artigo/639-a-crise-de-2008-e-seus-impactos-na-questao-social

http://adesalpastorisrael.blogspot.com/2008/04/crise-economica-e-globalizao.html

Imagem:

http://img171.imageshack.us/i/pib2009.png/

About these ads

Uma resposta

  1. beatriz de souza lemes da silva

    gostei muito desse site tirei dúvidas e fiz o meu trabalho que por sinal ficou muito bom
    tenho certeza que vou tirar uma nota muito boa!
    beijos

    21 de junho de 2012 às 14:18

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 171 outros seguidores